📌 MANICORÉ É REPRESENTADA EM REUNIÃO SOBRE GARIMPEIROS EM BRASÍLIA.

0

Os parlamentares da bancada do Amazonas no Congresso se reuniram, ontem quarta-feira (1Âș), na liderança do MDB no Senado, com quatro prefeitos, vereadores e representantes de garimpeiros do rio Madeira a fim de buscar uma solução para as famĂ­lias que extraiam o ouro de forma artesanal e tiveram suas balsas destruĂ­das pela ação da PolĂ­cia Federal (PF). Os prefeitos, vereadores e representantes estiveram buscando apoio da bancada para que os extrativistas minerais familiares possam voltar a trabalhar e que suas balsas, que sĂŁo seu Ășnico patrimĂŽnio e moradia, nĂŁo sejam destruĂ­das.
Na ocasião, também falaram da importùncia dessa atividade para a economia dos municípios, que gera emprego e renda.
Um dos assuntos que foi discutido foi o estabelecimento de regras ambientais e de ocupação dos leitos dos rios para a exploração dessa atividade garimpeira; tambĂ©m discutiram a organização desse setor por meio de cooperativas e associaçÔes ativas; os municĂ­pios se compromissaram, por meio de suas secretarias de meio ambiente e assistĂȘncia social, em fazer o cadastramento das famĂ­lias que exercem o extrativismo mineral familiar, e discutiram a possibilidade de estabelecimento de Termo de Ajustamento de Conduta.
Os prefeitos dos municĂ­pios entregaram Ă  bancada de parlamentares do Amazonas um requerimento convidando os senadores e deputados para participarem de AudiĂȘncias PĂșblicas no mĂȘs de janeiro de 2022 nos municĂ­pios da Calha do Madeira para que esse tema e as demandas desse setor sejam discutidos com mais profundidade.
A caravana que foi a BrasĂ­lia foi composta pelos prefeitos de HumaitĂĄ (JosĂ© Cidenei do Nascimento – Dedei Lobo), ManicorĂ© (vice Paulo SĂ©rgio Machado Barbosa), Novo AripuanĂŁ (Jocione dos Santos Souza) e Borba (SimĂŁo Peixoto), representando o poder legislativo foram os presidentes de CĂąmara Markson Barbosa de ManicorĂ©, e Manoel Domingos de HumaitĂĄ acompanhando o presidente da CĂąmara de ManicorĂ© esteve o vereador Adriano Colares.
Compartilhar:

Os comentĂĄrios estĂŁo fechados.

Acessibilidade